Se preocupando com o que realmente importa – Instalação e Configuração do Parse

Olá, tudo bem ?

Que tal abstrair um pouco de todo o esforço com o desenvolvimento de uma estrutura BackEnd. Pois é, se for produzir um app seria excelente dedicar o esforço do seu time focando na parte mobile, não é mesmo ?

Uma solução bastante interesse para atender essa necessidade é a utilização de ferramentas como o Parse, cujo produto da startup foi comprado pelo Facebook e teve seu código fonte aberto e disponível para que nós pudéssemos brincar com ele agora.

Mas antes de iniciar a instalação e você correr o risco de usar comandos que comprometam o seu Sistema Operacional, vamos aprender a utilizar uma outra ferramenta para evitarmos esse problema. Vamos começar então conhecendo um pouco do Vagrant.

O Vagrant nos permite simular diversos servidores e isolarmos nossos testes do nosso SO. Para não perdermos tempo aprofundando nesta ferramenta, vamos seguir o tutorial de instalação disponível no meu GitHub: https://github.com/MichelCordeiro/devops. Em resumo, iremos instalar a ferramenta e instalar o Sistema Operacional Ubuntu. No exemplo do repositório git são configurados 4 servidores, mas para esse nosso tutorial iremos utilizar somente o servidor de Build.

Bem, como estamos apenas aproveitando um tutorial já existente, podemos até fazer uma pequena modificação no arquivo Vagrantfile, podemos deixa-lo da seguinte forma:

Vagrant.configure(2) do |config|

config.vm.box = “precise32”

config.vm.provider “virtualbox” do |v|

v.memory = 3072

v.cpus = 3

end

config.vm.define :build do |build_config|

build_config.vm.network :private_network, :ip => “192.168.33.20”

end

end

Pronto, agora vamos executar o comando:

vagrant up

E depois vamos logar no servidor de build usando o comando:

vagrant ssh build

1 – Instalando e Configurando Node.js e ferramentas de desenvolvimento

Vá para a raiz do seu servidor:

cd ~

Atualize os pacotes do servidor:

sudo apt-get update

Instale o recurso que lhe permitirá copiar url’s da internet para baixar ferramentas:

sudo apt-get install crul

Baixe o repositório do node para instalação:

curl -sL https://deb.nodesource.com/setup_5.x -o nodesource_setup.sh

Rode script de configuração do repositório node:

sudo -E bash ./nodesource_setup.sh

Vamos fazer a instalação do node e do git:

sudo apt-get install -y nodejs build-essential git

2 – Instalando um exemplo do Parse Server App

Vamos baixar o parse-server-example:

git clone https://github.com/ParsePlatform/parse-server-example.git

Vamos entrar no diretório baixado:

cd ~/parse-server-example

Vamos fazer a instalação das dependências do projeto:

npm install

3 – Instalando MongoDB

Vamos instalar o servidor NoSQL que o Parse utiliza. Para isso vamos configurar algumas chaves do Ubuntu para baixar arquivos que utilizaremos. Execute o comando:

sudo apt-key adv –keyserver hkp://keyserver.ubuntu.com:80 –recv 7F0CEB10

Para executar o comando seguinte você pode esbarrar em problemas de permissão então vamos logar como root. Faça:

sudo su

echo “deb http://downloads-distro.mongodb.org/repo/ubuntu-upstart dist 10gen” | tee -a /etc/apt/sources.list.d/10gen.list

apt-get -y updateapt-get -y install mongodb-10gen

exit

Caso queira ter certeza que o mongodb esta rodando, execute o comando:

sudo service mongodb status

4 – Testando a aplicação de exemplo

Vamos iniciar o serviço:

npm start

Você receberá uma mensagem informando que o DATABASE_URI ainda não foi configurado. Por hora vamos ignorá-la.

Vamos fazer algumas pequenas alterações nos arquivos de configuração. Dê um Ctrl + C para poder usar o terminal novamente e utilize o seguinte comando para editarmos o arquivo:

nano index.js

Vamos fazer algumas edições neste arquivo. Observe em negrito o trecho que você deve alterar:

// código //

var api = new ParseServer({

databaseURI: databaseUri || ‘mongodb://192.168.33.20:27017/dev’,

cloud: process.env.CLOUD_CODE_MAIN || __dirname + ‘/cloud/main.js’,

appId: process.env.APP_ID || ‘parse‘,

masterKey: process.env.MASTER_KEY || ‘parse_key‘, //Add your master key here.$

serverURL: process.env.SERVER_URL || ‘http://192.168.33.20:1337/parse’,  // D$

liveQuery: {

classNames: [“Posts”, “Comments”] // List of classes to support for query s$

}

});

// código //

O endereço IP que você está atribuindo no lugar do localhost é o já especificado no arquivo de configuração do vagrant.

  • Na opção de APP_ID, você dará um nome de identificação para o app.
  • Em MASTER_KEY você definirá uma chave de identificação.
  • Em ServerURL você também colocará o IP já configurado no vagrant.

Salve as alterações com Ctrl + O e depois Ctrol + X para sair.

Inicie novamente o serviço usando

npm start

Agora vá em seu navegador e digite a url: http://192.168.33.20:1337/

Você deverá ver a mensagem: “I dream of being a website. Please star the parse-server repo on GitHub!” ou algo similar.

Vamos agora rodar um teste de verificação de Post. Abra uma nova aba no servidor e execute o comando, cole todo o bloco de uma vez:

curl -X POST \

-H “X-Parse-Application-Id: parse” \

-H “Content-Type: application/json” \

-d ‘{“score”:1337,”playerName”:”Sammy”,”cheatMode”:false}’ \

http://192.168.33.20:1337/parse/classes/GameScore

Fique atento para os itens em negrito, pois foram os que definimos no arquivo de configuração anterior. Caso tenha utilizado algo diferente faça os ajustes nesse momento.

5 – Instalando e configurando Parse Dashboard

Para instalarmos o dashboard do Parse utilizaremos o comando:

sudo npm install -g parse-dashboard

Agora iremos criar um arquivo de configuração json para o nosso app no Parse. Os comandos são:

cd ~

touch parse-dashboard-config.json

nano parse-dashboard-config.json

Dentro do arquivo cole o seguinte código:

{

“apps”: [

{

“serverURL”: “http://192.168.33.20:1337/parse”,

“appId”: “parse“,

“masterKey”: “parse_key“,

“appName”: “parse

}

],

“users”: [

{

“user”:”parse“,

“pass”:”parse

},

{

“user”:”user2″,

“pass”:”pass”

}

]

}

Por fim, execute o comando para registrar a configuração do arquivo de criamos:

parse-dashboard –config parse-dashboard-config.json –allowInsecureHTTP=1

Ufa, enfim chegamos ao fim!! Hehe

No seu console será exibida a mensagem: “The dashboard is now available at http://0.0.0.0:4040/

Vá em seu navegador e coloque o IP fixo que estamos utilizando:

http://192.168.33.20:4040/

Será pedido o usuário e senha que definimos em nosso script. Então autentique com:

  • User: parse
  • Password: parse

Em seu navegador você verá a área de dashboard do Parse.

Captura de Tela 2016-05-30 às 20.29.24

Pronto, missão cumprida!!!

Agora você já pode começar a brincar.

Abraço!!

Referências

https://www.digitalocean.com/community/tutorials/how-to-run-parse-server-on-ubuntu-14-04

https://www.digitalocean.com/community/tutorials/how-to-install-mongodb-on-ubuntu-14-04

https://github.com/ParsePlatform/parse-dashboard

https://github.com/ParsePlatform/parse-server

https://www.digitalocean.com/community/tutorials/how-to-install-mongodb-on-ubuntu-12-04

http://stackoverflow.com/questions/13112400/gpgkeys-key-7f0ceb10-not-found-on-keyserver-response-while-try-to-install-mon

YouTube – Install Parse Server and Parse Dashboard to Digital Ocean – Part 1/3

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s